A voz do povo não é a voz de Deus!

 Introdução

A razão não está com a maioria. A voz do povo não é a voz de Deus. Por mais que essa máxima tenha sido repetida pelos séculos, até mesmo em Latin “Vox populi, vox Deo”. Mesmo assim, talvez você seja uma dessas pessoas que se estriba nas “verdades” populares que, de tanto repetidas, parecem ser verdadeiras. Separamos algumas dessas teologias populares e confrontamos com o que a Bíblia diz. Veremos que o que o povo tem dito não combina com o que Deus tem dito. Vamos ver:

Todos são filhos de Deus!

Aqueles que assim pensam e pregam, o fazem numa tentativa de mascarar suas verdadeiras intenções. Dizer que todos são filhos de Deus parece nobre, bonito. É lindo imaginar todos os seres humanos como membros de uma mesma família cujo Pai é o próprio Criador. Mas será que essa conceito de paternidade que o povo tem e que a Bíblia ensina são os mesmos? Na verdade, vem,os que isso não assim. A Bíblia diz que apenas aqueles que creem no Nome de Jesus são feitos filhos de Deus. Leia o texto: “Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus” (Jo 1:11-12). Todos somos criaturas de Deus, mas filhos são aqueles que creram no Unigênito Filho de Deus, Jesus Cristo. É isso que a Bíblias diz. Eu queria poder dizer diferente disso, mas não posso! Isso não tira o amor de Deus ou a sua justiça, apenas mostra que o Reino de Deus é mais do que apenar nascer nele. É preciso pertencer a ele pela fé em Jesus.

O que vale é a intenção!

Essa é uma desculpa que serve até como consolação para aqueles que não estão com vontade nem de começar a caminhada na vida cristã. Então, como a vontade de lutar contra o pecado é nula, fica-se apenas nas intenções. E acha-se, como o bordão popular, que isso é o que vale. Mas, a Bíblia diz: O que vale é a intenção seguida de ação. Uma sem a outra é vazia. Jesus contou uma parábola sobre dois filhos. Um ficou só na intenção. O outro foi e cumpriu a ordem dada pelo pai. Leia:

28 "O que acham? Havia um homem que tinha dois filhos. Chegando ao primeiro, disse: ‘Filho, vá trabalhar hoje na vinha’.
29 "E este respondeu: ‘Não quero! ’ Mas depois mudou de ideia e foi.
30 "O pai chegou ao outro filho e disse a mesma coisa. Ele respondeu: ‘Sim, senhor! ’ Mas não foi.
31 "Qual dos dois fez a vontade do pai? " "O primeiro", responderam eles. Jesus lhes disse: "Digo-lhes a verdade: Os publicanos e as prostitutas estão entrando antes de vocês no Reino de Deus. 

(Mt 21:28-31)

A Bíblia está cheia de palavras que condenam aqueles que ficam apenas nas palavras e nã partem para a ação. O que vale é a intenção seguida da ação. Ainda há mais um texto que poderíamos acrescentar aqui: “Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade” (1Jo 3.18).

Aqui se faz, aqui se paga!

Esse dito popular é normalmente usado por aqueles que querem acreditar que tudo o que de ruim foi feito nesta vida será quitado aqui mesmo, portanto não há o que temer na vida após a morte. Ah, que bom que fosse assim! Mas não é! Nós pagamos as consequências dos nossos erros nessa vida, mas ainda haverá o que sofrer depois da morte se a sua dívida não for paga por Jesus Cristo. A Bíblia fala, sim, sobre Inferno. A Bíblia diz que ainda pagaremos pelas nossas escolhas na vida futura. Veja o que ela diz: E lancem fora o servo inútil, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes" (Mt 25.30). Essa frase faz parte da parábola do servo que recebeu apenas um talento e o escondeu de seu senhor. Ele o devolveu, mas mesmo assim foi lançado fora! Por que? Porque não houve arrependimento.

Ninguém tem nada a ver com aquilo que você faz entre quatro paredes.

Essa tem sido uma das frases mais comuns da nossa época. Ela é usada por tantas celebridades quando alguém pergunta a elas sobre o que pensam sobre assuntos polêmicos! Mas sabe? Se você tem o temor do Senhor no seu coração e aquilo que você faz na sua vida privada, tem consequências sobre os outros, sim! E nada ficará em oculto. A Bíblia diz que não há nada que não venhamos fazem mesmo entre quatro paredes, que não seja conhecido de por Deus. “Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas”. (Hb 4.13)

 

Ninguém paga as minhas contas, então ninguém tem nada a ver com a minha vida.

Quase que como uma parente da filosofia dita antes dessa, sempre quando alguém está em pecado e em rebeldia, usa dessa frase para manter o peito estufado - para não “descer do salto” num momento em que deveria pedir perdão à comunidade. Quando você faz parte de uma igreja os seus deslizes, os seus erros, os seus pecados afetam a todos, sim! Alguém que diz a frase acima nunca deveria ter feito parte de uma igreja. Na vida em sociedade e principalmente, na vida em igreja, todos têm a ver com a vida de todo mundo. Olha o que a Bíblia diz: “Pois nenhum de nós vive apenas para si, e nenhum de nós morre apenas para si”. (Rm 14:7). Em outras palavras, se você está na igreja, você não faz nada que afete apenas a você mesmo. Então você tem de dar satisfação aos outros, sim! E pensando em não causar escândalo aos outros veja o que Paulo diz à igreja: “É melhor não comer carne nem beber vinho, nem fazer qualquer outra coisa que leve seu irmão a cair” (Rm 14:21). Se você não está se importando com o que a sua igreja vai pensar com as suas atitudes, melhor seria repensar a sua participação na igreja.

Todos os caminhos levam a Deus, o que importa é ser sincero!

O inferno está cheio de sinceros. Você pode estar sinceramente errado a respeito do plano de Deus para você, a respeito do que Deus tinha em mente para resgatar você da morte do pecado. Não, não são todos os caminhos que levam a Deus. Não estamos falando de igreja. Igreja não é caminho. Estamos falando do Salvador Jesus Cristo. É interessante como existem pessoas que acreditam na Bíblia, creem em Jesus Cristo, mas continuam a creditar que ele é apenas mais um caminho de salvação. Jesus afirma, ele mesmo, que não há outro caminho que leva até Deus. A Bíblia diz: Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.(Jo 14.6). Ou você acredita nisso, ou então descarte a sua crença na Bíblia e em Jesus Cristo. Simples assim!

Você tem que fazer por merecer!

Esse é o método mais conhecido por Satanás. Ele quer que você tente merecer a salvação. Ele quer que você tente ser bom o suficiente. O problema é que você nunca conseguirá, pois a salvação é pela GRAÇA e graça é um presente. Se você merece um presente, já não é um presente, é prêmio. A salvação não é por merecimento, porque não podemos ser bons o suficiente para sermos salvos. A Bíblia diz que ninguém conseguirá fazer por merecer a salvação, pois ela é pela graça. Leia: Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.  (Ef 2:8-9)

Conclusão

Viva pela Palavra de Deus e não por aquilo que as pessoas dizem. A Bíblia é a única fonte de autoridade sobre as coisas de Deus. Quando você a conhece, não pode mais ser alvo das inverdades e falsas filosofias de vida que desnorteiam as pessoas que andam por aí tentando encontrar uma razão para suas vidas. Que Deus ajude você a andar segundo a voz de deus e não segundo a voz dos homens!

Davi Liepkan, pastor na Igreja Batista Central de Nova Odessa – SP

IBCNO © 2012




RSS E-mail Print Comentar